O Navio Fantasma | versão corrupta

O NAVIO FANTASMA
VERSÃO CORRUPTA
de Alexandre Lyra Leite
a partir da ópera de Richard Wagner

Dois agentes secretos interrogam uma mulher com o intuito de esclarecerem as causas da morte de Marilyn Monroe. Tentam provar que se tratou de um crime premeditado, cujo modus-operandi foi inspirado no drama trágico de “O Navio Fantasma”, de Richard Wagner…

Ficha Artística

texto e encenação Alexandre Lyra Leite
com Afonso de Melo, Ana Borges, José António Alves, Madalena Bobone, Nuno Dionísio
cenografia Sónia Matos
figurinos Carla Belchior
desenho de luz & som Alexandre Lyra Leite
design gráfico Paulo Borges
assistência de encenação Beatriz Feio
produção Inestética 1999

projecto financiado por Ministério da Cultura-IPAE, Fundação Calouste Gulbenkian, Câmara Municipal V. F. Xira
apoios Centro Nacional de Cultura, Instituto Português da Juventude, Junta de Freguesia V. F. Xira, Clube Vilafranquense, Estúdios Queiróz, Jornal Vida Ribatejana, RL-Rádio Lezíria, Arte Franca – Publicidade, Ic Design, Vilafranca Centro, Global Eyeware

drama/fantástico | M/12 | 1:15h


Vila Franca de Xira
Palácio do Sobralinho, 22 Out a 6 Nov 1999

Lisboa
Centro Cultural da Malaposta, 14 a 30 Jan 2000

IMPRENSA

“(…) há todo um universo coerente que é proposto neste espectáculo, desde o tratamento gráfico aos figurinos, luz, cenografia, tudo com uma forte coerência e harmonia interior (…) Um desempenho impecável do elenco, uma encenação inteligente, versátil e com a capacidade de surpreender os espectadores, um texto intrigante(…) É difícil reunir mais razões para ir a um espectáculo.”
Ricardo Salomão, Blitz

“(…) a produção cuidada, os actores de primeira escolha e o bom gosto da cenografia estão ao serviço de uma exigente narrativa onírico-fantástica… Duplas personalidades, transmutações, descidas aos abismos do mar, artifícios de teatro dentro do teatro: há de tudo isto neste exercício experimental…”
Manuel João Gomes, Público